Como Planejar uma Viagem para a Europa: Dicas Essenciais

Rate this post

Viajar para a Europa é uma grande experiência. Há inúmeros lugares para conhecer, restaurantes e comidas incríveis para experimentar, diversos pontos turísticos para visitar e muitas outras atrações!

Porém, para que essa experiência seja a melhor possível, é fundamental fazer um bom planejamento. Caso contrário, as chances de você ter problemas e passar por alguns “perrengues” são grandes.

Sendo assim, para te ajudar, nós iremos te apresentar no artigo de hoje algumas dicas realmente importantes para planejar a sua viagem à Europa.

Então, aperte os cintos e embarque conosco neste artigo!

Dicas essenciais para planejar uma viagem para a Europa

Antes de darmos início às dicas, é importante ressaltar que sim, nós sabemos que pensar em viagens, para muitos, é algo fora de questão atualmente por conta da pandemia de Covid-19.

No entanto, nós não estamos dizendo para você viajar agora, semana que vem ou mês que vem.

O que nós queremos com este artigo é lhe ajudar a planejar a sua próxima viagem à Europa! E isso pode ser daqui a seis meses, daqui a um ano ou mais.

Aliás, uma dica importante é justamente aproveitar esse momento para ir pesquisando sobre o destino e claro, planejar a sua viagem, pois, como dissemos, a antecedência é um ponto essencial no planejamento de viagens.

E, quando as coisas estiverem mais tranquilas e menos conturbadas, aí sim você pode viajar e aproveitar o máximo possível na Europa!

Agora chega de papo, vamos às dicas!

Responda a esses três perguntas

Para começar o seu planejamento, é importante que você responda às seguintes perguntas:

  • Quantos dias eu tenho para viajar pela Europa?
  • Qual o orçamento necessário para fazer a viagem?
  • E o que eu gosto de fazer e espero dessa viagem?

Tendo essas perguntas bem respondidas e alinhadas, você já começará com o pé direito o planejamento da sua viagem!

Obtenha a documentação necessária

Viajar para outro país é algo um pouco burocrático e uma coisa que você deve se atentar em seu planejamento refere-se a documentação.

Isso porque, não dá para você entrar na França, Alemanha, Itália, Espanha, etc., com seu RG ou CNH. Para isso, você precisará de um passaporte válido!

Além disso, dependendo do destino, talvez você precise de um Visto e/ou um Certificado Internacional de Vacinação também.

Por isso, é importante se informar com antecedência para que, se necessário, você providencie essa documentação o quanto antes. Nada de deixar para última hora, ok?

Ah! E levando em conta o contexto da pandemia de coronavírus, é bem provável que os países ao redor do mundo comecem a exigir dos viajantes o comprovante da vacina contra a Covid-19. Portanto, fique atento a isso.

Viaje na baixa temporada

Se você quer ter uma viagem mais tranquila para a Europa e ainda economizar com passagens, hospedagem, atrações, etc., a baixa temporada é a ideal para você.

Isso porque, neste período do ano, há menos turistas, menos filas e menos tempo de espera para diversos passeios, atrações, etc., sendo os meses de março, abril, maio e outubro os melhores para isso.

Agora, se você quer conhecer novas pessoas, fazer amizades e ter contato com outros turistas, viaje na alta temporada. Será um prato cheio.

 

Contrato um bom seguro viagem

O seguro viagem, ainda mais em tempos de pandemia, é um item indispensável para qualquer viajante. Inclusive, ele é tão importante que há anos a maioria dos destinos na Europa obriga os turistas a tê-lo. Ou seja, sem ele você não entra.

Portanto, antes de viajar, não deixe de providenciar um seguro viagem, ok? Inclusive, veja se há opções com coberturas relacionadas ao novo coronavírus. Todo cuidado é pouco.

Reserve tudo o que for possível

Fazer reservas antes de viajar é um ponto fundamental para a sua viagem à Europa, pois assim você gera mais tranquilidade e garantias para quando estiver no destino.

Por exemplo, vamos supor que você queira muito ir a uma atração ou fazer um determinado passeio, e para isso tenha que comprar um bilhete, um ingresso.

Se a atração ou o passeio for muito procurado por turistas, pode acontecer de não haver ingressos disponíveis, não é mesmo? Ou ainda, pode acontecer de acabar as vagas para o dia que você podia ir.

Portanto, se for possível, já faça reservas antes de viajar. Assim, você pode evitar uma surpresa desagradável quando estiver no destino.

E o mesmo vale para hospedagem, aluguel de carro, restaurantes, etc.

Além disso, há uma outra reserva que nem todas as pessoas consideram: a do estacionamento para o dia da viagem.

Afinal, há muitos viajantes que preferem ir com o próprio veículo até o aeroporto no dia da viagem.

Porém, deixar o carro no estacionamento interno do aeroporto geralmente é mais caro e deixá-lo na rua, com certeza não é o mais indicado.

Portanto, ao fazer o seu planejamento de viagem, não deixe de reservar uma vaga em um estacionamento perto do aeroporto de Guarulhos, se você for de São Paulo, por exemplo.

Dessa forma, o seu veículo ficará em local seguro e você poderá viajar tranquilo, sem preocupações.

Troque seu dinheiro pela moeda local

A maioria dos países da Europa utiliza o euro como moeda oficial. Por isso, antes de você viajar, é importante que você troque uma certa quantia de Real pela moeda local – não podemos falar em um valor exato, pois isso vai variar de acordo com a duração e o estilo da sua viagem.

Porém, o que podemos falar é: compre a moeda estrangeira aos poucos, de maneira fracionada. Uso o tempo a seu favor.

E sabe por quê? Porque o câmbio pode variar bastante e, assim, você pode ir acompanhando os valores e claro, comprando a moeda quando eles estiverem mais atraentes, entendeu?

Dessa forma, o valor médio final tende a ser melhor!

Além disso, não leve somente dinheiro em espécie. Tenha uma alternativa como um cartão pré-pago internacional ou um cartão de crédito.

Isso porque, se acontecer algum imprevisto ou problema, você não ficará sem dinheiro.

Monte um roteiro estratégico e objetivo

Infelizmente, não dá para conhecer toda a Europa em apenas uma viagem de alguns dias.

Por isso, é importante que em seu planejamento você monte um roteiro estratégico e objetivo, de modo a colocar o que é prioridade para visitar/conhecer primeiro. E o que for secundário/supérfluo você visita/conhece apenas se der, se for possível.

Além disso, ao elaborar o roteiro, não deixe de conferir os horários de funcionamento e as localizações dos lugares que pretende ir, pois assim você poderá notar que há atrações e pontos turísticos que ficam próximos um do outro.

Dessa forma, você poderá se organizar para fazer menos deslocamentos e aproveitar determinados lugares em um só dia, por exemplo, um de manhã, um à tarde e um à noite.

Não saia fazendo tudo de uma só vez. Aproveite cada momento, cada lugar, o tempo que for necessário!

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.