Autódromo de Interlagos, veja algumas curiosidades e mais sobre esse icônico percurso

O Autódromo José Carlos Pace, mais conhecido por muitos como Autódromo de Interlagos é um grande percurso destinado a esportes de velocidade no meio da Grande São Paulo.  Ele já foi sede de diversas corridas e campeonatos como Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, Grande Prêmio Paulista e o famoso festival do LollaPalooza.

Além disso, diversos atletas de grande renome internacional como os grandes Ayrton Senna, Michael Schumacher, Lewis Hamilton, Juan Manuel Fangio, Alain Prost e Nelson Piquet, já percorreram as curvas do autódromo.

Autódromo de Interlagos, veja algumas curiosidades e mais sobre esse icônico percurso / foto: Desafio de Ciclismo 3 horas de Interlagos
Autódromo de Interlagos, veja algumas curiosidades e mais sobre esse icônico percurso / foto: Desafio de Ciclismo 3 horas de Interlagos

Autódromo de Interlagos

O percurso completo em 1 volta do autódromo é de aproximadamente 4309 metros, mas nem sempre foi assim. Na sua inauguração em 1940, totalizava 7960 metros, de modo que na sua reforma de 1990, o percurso começou a ganhar caras mais próximas às atuais.

Autódromo de Interlagos – cobertura do paddock (foto: www.prefeitura.sp.gov.br/ )

Veja abaixo o nome das curvas e algumas curiosidades sobre o percurso:

  • Curva 1, Curva 2 e Curva 3 – as três primeiras curvas recebem esses nomes devido ao traçado original; são curvas de alta velocidade que determinam bastante o rumo da prova.
  • Curva S do Senna – essa curva era conhecida antes como curva Chico Landi (primeiro brasileiro a correr na F1), mas foi Ayrton Senna que sugeriu esse traçado e que logo também foi conhecido seu nome;
  • Curva do Sol – recebeu esse nome pela incidência de sol nos olhos dos corredores que logo para de acontecer por ser alterado o sentido da corrida;
  • Curva do Sargento – ficou assim conhecida por um guarda que decidiu realizar o percurso com a viatura, e capotou nesta curva;
  • Curva do Laranjinha – “laranjinha” é como são vulgarmente conhecidos os corredores iniciantes, devido a inexperiência, costumavam errá-la;
  • Curva da Ferradura – há quem diga que seu formato lembra o de uma ferradura, por isso o nome;
  • Curva do Pinheirinho – recebeu o nome em homenagem a um pinheirinho que tinha na beirada da pista a qual foi palco de diversos impactos com pilotos que saíam da pista nesta curva;
  • Curva Bico de Pato – uma das curvas mais difíceis da prova que possui a forma de um bico de pato;
  • Mergulho – devido a sua inclinação que costuma “jogar” os carros para fora da pista e a baixa visibilidade;
  • Curva da Junção – junção da parte mista da pista com a subida dos boxes;
  • Café – antigamente era uma das curvas onde os profissionais na imprensa ficavam, e devido ao cheiro do café realizado por eles, acabou recebendo esse nome;
Circuito de Interlagos (retirado de: https://pt.wikipedia.org/ )

Hoje, a infraestrutura local é composta por um salão nobre de 420 m², 23 boxes de 216 m² (cada), uma ampla sala de imprensa (645 m²) e o Paddock com 3.960 m². Ele também ganhou outras utilidades, como realização de alguns eventos como o LolaPalooza.

Para quem pretende visitá-lo ou mesmo assistir uma corrida, seu endereço é:  Avenida Senador Teotônio Vilela, nº 261, bairro de Interlagos. Para mais informações sobre corridas e calendários do que deve acontecer no autódromo, basta acessar o site www.autodromodeinterlagos.com.br/.

Autódromo de Interlagos – Boxes (foto: www.prefeitura.sp.gov.br/ )

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.