Cânions de Xingó SE, destino para os amantes de belezas naturais

Cânions de Xingó SE (foto fonte https://blogcelihotel.wordpress.com/2015/04/23/conheca-xingo-de-aviao/)
Avalie esta postagem

Cânions de Xingó SE, destino turístico para os amantes de belezas naturais e esportes de aventura; em meio ao estado sergipano.

Cânions de Xingó SE

A atração turística está a pouco mais de 1, 5 km de Canindé e a pouco mais de 190 km de Aracaju, sendo uma bela alternativa de passeios para os mais aventureiros.

O que fazer nos Cânios de Xingó?

Os cânions surgiram com a construção da barragem da Usina Hidroelétrica de Xingó no Rio São Francisco, que formou um vale profundo, com 65 quilômetros de extensão, 170 metros de profundidade e largura que varia de 50 a 300 metros.

O visual chama atenção pela beleza, com rochas de granito avermelhado e cinza na encosta; além das diferentes espécies de aves e répteis na caatinga, vegetação do local.

O visitante poderá realizar passeios nos catamarãs Cotinguiba e Delmiro Gouveia e na Escuna Maria Bonita, os quais oferecem variadas opções de passeios náuticos no lago de Xingó.

Nos passeios, poderão ser apreciadas as mais belas paisagens do Cânion do Rio São Francisco; sendo o quinto maior do mundo e o maior em extensão navegável, que possui também águas verdes e transparentes.

As rochas das encostas são de granito avermelhado e cinza. Destaca-se nessa área o riacho do Paraíso do Talhado, perfeito para um bom mergulho.

O visitante poderá:

-Visitar a Usina Hidrelétrica de Xingó;

-Fazer a Trilha do Vale dos Mestres, que dura aproximadamente duas horas, a partir do leito seco de um riacho. O visitante poderá observar a vegetação típica da caatinga; a fauna do sertão e os paredões de arenito rochoso; com pinturas rupestres de mais de três mil anos;

-Visitar a Gruta do Talhado, com seus paredões enormes com rochas areníticas que têm diversas formas e um visual muito bonito. O local é próprio para banho e mergulho, além de ter um santuário para São Francisco;

Sítio Arqueológico Mundo Novo, que conta com sete trilhas diferentes que podem ser percorridas: dos Veados, Arqueologia, Cangaço, Caatinga, Craibeiros, Alto do Céu e Navegar é Preciso. Uma delas leva à história do cangaço; visitando um dos refúgios prediletos de Virgulino Ferreira, o Lampião;

Grota do Angico, cujo acesso é pelo Rio São Francisco, partindo de Canindé, seguindo no catamarã Pomonga, passando pela cidade histórica de Piranhas e por belíssimas formações rochosas, ilhas e prainhas fluviais. Quando o catamarã atraca na margem do rio, as pessoas seguem a pé por uma trilha no meio da caatinga por 700 m até chegar ao local que ainda hoje é cheio de mistérios;

Museu Arqueológico de Xingó, que guarda a história dos primeiros habitantes da região;  e está localizado em Canindé do São Francisco, dividido em módulos: material lítico, cerâmico, painéis de arte rupestre e enterramentos, além de exposições especiais abertas ao público;

Prainha Beiro Rio, no qual o visitante poderá tomar um refrescante banho de rio; e conta com vários bares que oferecem, além de bebidas o tira-gosto tradicional da região, que são o tucunaré e a tilápia fritos.

Dicas de Hotéis

O visitante poderá aproveitar da infraestrutura hoteleira de Canindé, de Delmiro Gouveia ou da capital sergipana Aracaju.

Cânions de Xingó SE (Foto: http://www.turismosergipe.net/escolha-seu-destino/rota-do-sertao)
Cânions de Xingó SE (Foto: http://www.turismosergipe.net/escolha-seu-destino/rota-do-sertao)
Cânions de Xingó SE (Foto: https://blogcelihotel.wordpress.com/2015/04/23/conheca-xingo-de-aviao/)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*