Hostel: forma econômica para viajar e se hospedar

Hostel (foto fonte https://www.hostel.is/hostels/reykjavik-city-hi-hostel)
Hostel (foto fonte https://www.hostel.is/hostels/reykjavik-city-hi-hostel)
Avalie esta postagem

Um termo bastante utilizado em sites de turismo, agências de viagens e no mundo do turismo consiste no termo “Hostel”. Mas, afinal de contas, o que é um Hostel e como ele funciona?

Um Hostel, embora seja uma palavra estrangeira, é um albergue, ou seja, uma opção de hospedagem alternativa. Tem como característica principal os baixos preços e os quartos compartilhados, embora também existam os quartos privativos para aqueles que não se sentem à vontade com a convivência com pessoas diferentes gerada pela hospedagem em um albergue.

Organização de um Hostel

Em um hostel, os quartos coletivos possuem várias camas, sendo que o hóspede, ao contratar o serviço, tem direito a uma delas e a um armário para guardar suas coisas, sendo o banheiro também coletivo. Estes quartos, ou dormitórios, podem ser exclusivamente femininos, exclusivamente masculinos, ou mistos, a depender da preferência do hóspede ou da disponibilidade de vagas.

Noss quartos individuais, que são extremamente disputados,  como não há divisão entre mais pessoas, o preço costuma ser um pouco mais elevado, não sendo tão vantajoso para aqueles que buscam economizar; e assim como nos quartos coletivos, o banheiro também é, e, sua maioria, compartilhado.

Nos albergues, o estilo mais frequente é o de independência; sendo assim, é importante estar preparado para levar sua própria roupa de cama, já que muitos não oferecem tal cortesia. Além disso, é importante ressaltar que as cozinhas nos hostels ficam disponíveis para o uso do hóspede; facilitando a economia ao não ter de gastar com um restaurante.

Estilo dos Hostels

Com relação ao estilo dos hostels e albergues, cada um tem seu estilo próprio, embora a tendência seja a independência. Dessa forma, há aqueles hostels cujo público baseia-se em jovens, sendo frequentes as festas em tais estabelecimentos e o ambiente mais descontraído; ao passo que há também os hostels destinados a famílias e que têm um estilo mais sério em que não são permitidas as festas, atendendo assim ao gosto do freguês.

Vantagens de se escolher um hostel:

  • O preço: como são hospedagens compartilhadas, o preço acaba sendo bem menor se comparado ao de um hotel, sendo de, em média, 90 reais;
  • Interação: pelo mesmo motivo anterior, o hóspede acaba não ficando sozinho, conhecendo, dessa forma, pessoas de diversos lugares e culturas;
  • Diversão: por se tratar de um lugar mais despojado, e, a depender do hostel, ser mais juvenil, as festas acontecem frequentemente;
  • Localização: a maioria dos hostels encontra-se nos centros dos principais destinos dos viajantes; facilitando assim, o acesso a vários pontos da cidade a ser visitada.

Desvantagens de se escolher um hostel:

  • Privacidade: pelo fato de ser bastante coletivo, o hóspede acaba precisando de abdicar de grande parte de sua privacidade para conviver com outros hóspedes;
  • Conforto: como são muitas pessoas em um mesmo local, acaba-se tendo uma ausência de conforto; uma vez que tudo deve ser feito conforme a vontade de todos;
  • Aumento da mala: como muitos hostels não disponibilizam roupa de cama e toalhas; o hóspede acaba ocupando grande parte da mala com essas peças;
  • Segurança: a coletividade do quarto faz com que, muitas vezes, sumam coisas em hostels; afinal de contas, nunca se sabe com quem o hóspede irá dividir o quarto.
Hostel (foto fonte https://www.hostel.is/hostels/reykjavik-city-hi-hostel)
Hostel (foto fonte https://www.hostel.is/hostels/reykjavik-city-hi-hostel)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.