Ipiabas, distrito do Vale do Café incomparável por sua gastronomia

Ipiabas (fonte: https://www.portalvaledocafe.com.br/ipiabas.asp)

Ipiabas é um distrito de Barra do Piraí situado no Vale do Café fluminense a 126 km da capital Rio de Janeiro via BR-116.
O distrito, assim como as cidades da região, originou-se durante os tempos áureos da produção cafeeira. Atualmente, destaca-se pelas atividades agrícolas realizadas lá, além de ser sede de diversos festivais do ramo da gastronomia, da cultura, e de possuir uma programação cultural extremamente rica.

O que fazer em Ipiabas?

Pedra do gavião (fonte: https://www.portalvaledocafe.com.br/ipiabas.asp)

-Túnel da Rede Mineira de Viação – originalmente, tinha como objetivo facilitar o escoamento da produção de café do Sul de Minas até o Rio, e funcionava ligando Barra do Piraí e Ipiabas. Sua construção foi finalizada em 1883 e chama a atenção por ter sido realizada por mãos escravas em uma rocha de cerca de 250 metros de altura.

-Pedra do Gavião – ótima opção para quem busca tanto o ecoturismo, quanto o turismo de aventura; isso porque permite uma visualização de 360° de Mata Atlântica da serra que circunda a região. Além disso, cabe ressaltar que é possível, para os amantes de aventura, a prática de rapel na pedra de 100 metros de altura. O trajeto até ela é feito por uma antiga estrada de ferro.

-Cachoeira da Floresta – é formada por duas quedas decorrentes do Rio das Flores, de alturas iguais a 3,5 metros e 5 metro

Igreja de Nossa Senhora da Piedade (fonte: https://www.portalvaledocafe.com.br/ipiabas.asp)

s. A formação de piscinas naturais, somadas á vegetação da região fazem de lá um excelente lugar para quem busca refúgio das grandes cidades.

Casarão da Antiga Remonta – construído em 1874, o casarão era o local em que a Guarda Imperial realizava a troca de animais durante as viagens. Ao passar para as mãos do Exército Brasileiro, passou a funcionar como Quartel da Remonta.

Igreja de Nossa Senhora da Piedade – construída em 1850, objetivava a conquista de título de nobreza por seu idealizador. Atualmente, é bastante procurada principalmente por amantes da arquitetura por não possui altares laterais.

Por ser um distrito de Barra do Piraí, recomenda-se hospedar na própria cidade, devido a sua infraestrutura hoteleira.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.