Alto Paraíso de Goiás, bela opção em meio à Chapada dos Veadeiros

5/5 - (2 votes)

Alto Paraíso de Goiás é mais um destino intimamente ligado à Chapada do Veadeiros, localizado a 425 km de Goiânia e a 89 km de Cavalcante. Conhecida por ser uma das portas de acesso ao Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, a cidade é um dos polos turísticos do estado de Goiás; sendo ideal para quem busca fugir da rotina das grandes cidades, e ter um contato bem maior com a natureza.

Isso se deve ao fato principal de existirem diversas trilhas, cachoeiras, poços, piscinas naturais, dentre outras atrações que tiram o fôlego de qualquer visitante. Ah, e vale lembrar também que a cidade também chama a atenção dos viajantes por sua grande atmosfera mística; tendo até uma nave espacial na entrada do município para receber os turistas.

Desse modo, que tal conhecer algumas das principais atrações de Alto Paraíso de Goiás, e começar a planejar sua viagem pra lá? Lembre-se que muitas das dicas remetem à Chapada, justamente por ser um município de entrada nessa belíssima área.

Dê uma olhada nas dicas que separamos para você!

Alto Paraíso de Goiás (foto: https://levenaviagem.com.br/alto-paraiso-chapada-dos-veadeiros/)

Como chegar?

A partir de Goiânia, são 425 km a serem percorridos pelas BR-060 e BR-010. Já para quem vem da capital federal, Brasília, que abriga o aeroporto mais próximo, são cerca de 222 km, em um trajeto pela BR-010. E para quem vem de Pirenópolis, uma outra bela cidade histórica goiana, são cerca de 364 km a serem percorridos pela BR-010.

O que fazer em Alto Paraíso de Goiás?

  • Conhecer o Mirante da Janela – uma das atrações mais conhecidas e belas da Chapada dos Veadeiros, o Mirante da Janela parece ter sido esculpido a mão. Após uma trilha de grau de dificuldade médio, o visitante chega a esse local, onde pode visualizar os famosos Saltos, além de encontrar um poço bem bonito ao final da trilha. Ah, e para quem é apaixonado por fotos, a moldura do quadro já está pronta; basta só aproveitar.
Mirante da Janela (foto: https://www.curtamais.com.br/goiania/mirante-da-janela-e-cartao-postal-em-meio-a-imensidao-impactante-da-chapada-dos-veadeiros)
  • Visitar a Catarata dos Couros – outro ponto bastante conhecido na cidade, essa bela catarata pode ser acessada por uma trilha de nível médio, mas cuja dificuldade é compensada ao final. Isso se deve ao fato de que a catarata é formada por três quedas imponentes sobre as rochas, formando uma paisagem sensacional, emoldurada por um belíssimo poço, onde se pode tomar um refrescante banho. Não deixe de conhecer.
Catarata dos Couros (foto: https://catracalivre.com.br/arquivo/conheca-a-catarata-dos-couros-na-chapada-dos-veadeiros/)
  • Se refrescar nas Cachoeiras Almécegas – essas duas quedas d’água bem imponentes chamam a atenção por sua beleza. Ambas são acessadas por trilhas um pouco diferentes, mas que surpreendem os visitantes pela formação de poços de águas muito cristalinas, cânions e formações rochosas inigualáveis. Vale a pena passar por lá.
Cachoeira Almécegas (foto: https://viagemeturismo.abril.com.br/atracao/cachoeira-almecegas/)
  • Conhecer o Vale da Lua – outro cartão postal da cidade, o Vale da Lua é o tipo de local que parece ser outro planeta, ou astro. Após uma trilha, o visitante chega a um local com formações rochosas que realmente lembram o solo lunar, e que foram esculpidas pela água durante vários anos. Embora o rio esteja passando por baixo dessas formações, a indicação é que se tome banho somente em uma piscina mais à frente do trajeto, uma vez que há risco de acidentes, principalmente nas épocas mais chuvosas.
Vale da Lua (foto: https://www.descubraturismo.com.br/vale-da-lua-um-dos-maiores-misterios-da-chapada-dos-veadeiros/)
  • Visitar a Cachoeira dos Cristais – após uma trilha de 800 metros, na qual há diversas outras quedas d’água menores, e que já chamam a atenção dos visitantes por sua beleza, é possível chegar a essa bela cachoeira de águas mais calmas, que forma um poço de águas verdes e cristalinas, emoldurado por uma natureza rica e incrivelmente bela.
Cachoeira dos Cristais (foto: https://guia.melhoresdestinos.com.br/cachoeira-dos-cristais-235-6417-l.html)
  • Passear pelo Complexo de Cachoeiras do Macaquinho – um pouco antes de chegar à cidade, existe uma trilha que leva a uma série de cachoeiras belíssimas que ficaram conhecidas como o complexo referido. Desse modo, caso o viajante esteja à procura de conhecer diversas cachoeiras próximas, é uma excelente opção. Ah, e vale lembrar que uma delas é recomendada para a prática de nudismo.
Complexo Cachoeiras do Macaquinho (foto: https://www.vamostrilhar.com.br/aventuras/conheca-tudo-sobre-o-complexo-de-cachoeiras-do-macaquinhos-chapada-dos-veadeiros-go/)
  • Conhecer a Cachoeira Loquinhas – acessada por uma trilha de fácil acesso, toda forrada em madeira e bem sinalizada, é uma das principais cachoeiras da cidade. Por lá, há um poço de águas bem geladas, ideal para se refrescar em meio ao calor do cerrado goiano.
Cachoeira Loquinhas (foto: https://guia.melhoresdestinos.com.br/cachoeiras-loquinhas-235-6424-l.html)
  • Visitar a Gota Sat Som – um local que foge um pouco às opções supracitadas, a Gota Sat Som é um templo de meditação bem pequeno e aconchegante; ideal para quem busca um pouco de paz, misticismo, e maior autoconhecimento. Vale a pena passar por lá e conhecer um pouco mais. Endereço: Rua 3, 30.

Dicas de hotéis em Alto Paraíso de Goiás

A cidade conta com uma excelente infraestrutura hoteleira para atender seus visitantes.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.