Conceição do Castelo, a cidade dos Caminhos do Imperador

Conceição do Castelo, a cidade dos Caminhos do Imperador (foto: //www.folhavitoria.com.br/entretenimento/blogs/elogoali/2013/09/conceicao-do-castelo-circuito-caminhos-do-imperador/)

Conceição do Castelo é uma cidade capixaba localizada a 18 km de Venda Nova do Imigrante, nacionalmente conhecida pela preservação da Mata Atlântica. A cidade, fundada em 1849, teve sua origem a partir de expedições portuguesas que buscavam terras férteis e ouro, além de ser um dos municípios que fazem parte da Rota Imperial e ser sede dos Caminhos do Imperador.

Por ter uma Mata Atlântica muito preservada e um vasto acervo cultural, a cidade é bastante procurada devido ao ecoturismo, ao turismo de aventura, além do turismo histórico.

Vale do Emboque (foto: //www.conceicaodocastelo.es.gov.br/)

O que fazer em Conceição do Castelo?

  • Agroturismo – por ser uma cidade tradicionalmente rural e relacionada à história do país, Conceição do Castelo possui diversas fazendas que abrem suas porteiras para receber visitantes de diversos lugares, e que permitem aos turistas conhecer um pouco mais das belezas naturais da região e, claro, apreciar a saborosa gastronomia típica, repleta de queijos, cafés, pães e bolos. Entre as fazendas, é possível encontrar ainda lojas de produtos caseiros para aqueles que desejam apreciá-los durante o passeio.
  • Cachoeira dos Vargas – localizada no Sítio da família Vargas, a cachoeira funciona de sexta a domingo e em feriados, e é o local ideal para a realização de trilhas, com área para banho e prática de futebol de areia, além de possuir espaço para camping e uma paisagem que chama a atenção de qualquer visitante.
  • Cachoeira da Fumaça – considerada a cachoeira mais bonita da cidade, é também a que possui maior queda d’água devido à existência de um paredão rochoso. Localiza-se a 2 km da sede do município e é um dos mais belos cartões postais de Conceição do Castelo.
  • Cachoeira dos Filetes – situada na comunidade de Ribeirão do Meio, é indicada para banhos devido ao fato de não ser muito forte, além de ser ideal para a prática de camping e de trilhas na mata ao redor.
  • Igreja Católica Nossa Senhora da Conceição – a cidade possui diversas igrejas com estilos distintos, os quais refletem a história do município ao longo do tempo. Entretanto, esta igreja é bastante conhecida por ser palco da festa da padroeira da cidade e por ter sido construída em 1754. Vale a pena dar uma passada lá.
  • Fazenda Santa Helena – localizada a 24 km da sede de Conceição do Castelo, essa fazenda histórica possui grande importância na região pelo fato de ser o local onde viveu o Barão de Guandu, um dos mais influentes barões do café nos tempos imperiais, que possuía influência não somente no estado do Espírito Santo, mas também no Brasil. Infelizmente, encontra-se quase em ruínas, mas guarda consigo uma memória de extrema relevância para a cultura brasileira.
  • Fazendas Santo Antônio e Santa Tereza – situadas a aproximadamente 20 km da cidade, localizam-se nas comunidades de Santo Antônio do Areião e de Santa Tereza, respectivamente. Assim como a Fazenda Santa Helena, são indispensáveis à memória cultural do município, permitindo aos visitantes fazer uma visita aos tempos de produção cafeeira e conhecer um pouco mais da história do país.
  • Vale do Emboque – por fazer parte da Rota Imperial, conjunto de municípios capixabas e mineiros que relembram os caminhos de Minas Gerais ao Espírito Santo no século XVII, Conceição do Castelo possui diversas paisagens rurais que devem ser visitadas, como o Vale do Emboque, o qual possui uma das paisagens mais bonitas da região. Localiza-se na comunidade de Monforte
    Fazenda Santo Antônio (foto: //www.conceicaodocastelo.es.gov.br/pagina/ler/2088/fazendas-historicas)

    Quente.

  • Trilha Imperial Jequitibá Centenário – a trilha recebe o nome em homenagem a um enorme Jequitibá que precisa de nove pessoas para ser completamente abraçado, o qual se localiza próximo a um trecho de pedras feito por escravos no Brasil Imperial. Ele também faz parte da Rota Imperial, por onde Dom Pedro II e sua comitiva passaram para ir a Minas Gerais. É uma trilha de dificuldade baixa, que vale a pena ser conhecida.
  • Pico do Urubu – com 1400 metros de altitude, é outro cartão postal do município, que pode ser atingido por meio de uma estrada de chão bastante íngreme. Todavia, a paisagem que pode ser apreciada de seu topo compensa o cansaço, além de ser uma ótima opção para os mais aventureiros.
  • Circuito Caminhos do Imperador – por ser um dos municípios que fazem parte da Rota Imperial, foi criado esse circuito com o objetivo de projetar Conceição do Castelo como uma cidade de extrema importância histórica para o país. Dessa forma, o circuito conta com fazendas, lojas de produtos caseiros, igrejas de arquitetura barroca, além de opções de lazer e de hospedagem que fazem a visita valer a pena. Não deixe de conhecer esse belo circuito na sua ida à cidade.

Hotéis e Pousadas Conceição do Castelo

  • Shamblei Hotel – Arthur Soares
    Telefone: (28) 99976-2557

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.