Conheça Carambeí e suas atrações históricas, religiosas e gastronômicas

Carambeí é uma cidade paranaense, que tem muita história para contar, pois contou com a contribuição de indígenas, tropeiros e imigrantes europeus em sua formação.

Como chegar?

O acesso à cidade é apenas por meio rodoviário, pelas  BR-277 ou BR-376, para quem parte da capital Curitiba. A viagem de carro dura aproximadamente duas horas. De ônibus, o trajeto é percorrido em mais ou menos 3 horas.

O que fazer?

Carambeí (foto http://www.viajeparana.com/Carambei)
Carambeí (foto http://www.viajeparana.com/Carambei)
  • Turismo Histórico, pois acidade é marcada pela imigração e seus parques, museus e monumentos retratam a história e a cultura de seus colonizadores.
  • Turismo Gastronômico, em cafés e confeitarias, que oferecem o melhor da influência da imigração na culinária, com destaque para as tortas holandesas.
  • Turismo Religioso, em suas capelas, santuários e o Monumento à Bíblia são ótimas opções para quem cultiva a religiosidade.
  • Parque Histórico de Carambeí é um museu a céu aberto, que é dedicado ao resgate e à preservação da memória e do legado da imigração holandesa. Possui área de 100 metros quadrados, subdivide-se em cinco alas:
    • Casa da Memória ponto central do lugar e guarda o acervo histórico da cidade.
    • Vila Histórica é um conjunto arquitetônico, que abriga réplicas de casas, de uma escola e de uma estação de trem do tempo da colônia.
    • Terceira ala é o Parque das Águas, que é um museu ambiental, o qual retrata a tecnologia hidráulica holandesa, com casas típicas e um lago artificial.
    • Centro Cultural Amsterdã reproduz um quarteirão da capital holandesa e estimula o relacionamento entre as pessoas, por meio das manifestações artísticas e cultuais.21Carambeí (foto http://www.viajeparana.com/Carambei)
    • Centro de exposições para eventos multiculturais compõe a quinta e última ala do Parque.
  • Orquidário e Cactário Taman Batoe, que é uma casa de pedra que tem ao fundo a beleza dos Campos Gerais, cujos protagonistas são cactos e orquídeas de mais de cem espécies nativas e exóticas. O local também oferece o melhor da culinária da Indonésia, que é uma explosão de sensações visuais, olfativas e gustativas, que fica ainda mais bonita ao fim da tarde, quando o sol se põe.
  • Moinho do Artesão é o símbolo da imigração holandesa na cidade, no qual são comercializadas peças artesanais, doces e salgados, como as famosas bolachas holandesas.

Hotéis

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.